A importação é uma opção de internacionalização de empresas que pode garantir a sustentabilidade do negócio. Flexibilidade e  acesso à tecnologia e inovação são alguns dos benefícios; conheça outros.

A internacionalização de empresas ainda pode ser um tabu para empresários que estão à frente de  negócios de pequeno e médio porte. A importação, por exemplo, é uma das principais maneiras pelas quais um negócio pode participar do mercado internacional. Esse tipo de operação comercial pode ser adotado por empresas de todos os portes e oferece inúmeros benefícios, você os conhece?

O processo de importação está sendo desburocratizado com a DUIMP, que está em fase de testes e tem previsão para entrar em vigor em 2020. Além disso, pode ter custos reduzidos por regimes aduaneiros especiais. Além disso, pode ajudar empresas a conquistarem diferenciais competitivos, aprimorar seus produtos com inovação e tecnologia e, principalmente, a trazer estabilidade em tempos de crise.

Compreenda a seguir estes e mais alguns motivos pelos quais vale a pena internacionalizar a sua empresa importando.

1. Entenda que toda empresa é capaz de importar

Há quem acredite que a internacionalização de empresas é apenas para os negócios de grande porte. Porém, a importação pode ser viável para negócios dos mais variados tamanhos, inclusive, pequenas e médias empresas. Afinal, comprar grandes volumes pode baratear o custo final das mercadorias. Ainda assim, mesmo nos casos de importações de menor porte, é possível garantir lucratividade.

Todo empreendedor precisa gerir seu negócios com uma visão ampla de mercado, sabendo ler suas nuances e acompanhando sua dinâmica. Para tornar a importação possível e garantir lucratividade, basta aliar suas vivências e análises com a assessoria de uma parceiro com expertise em Comércio Exterior. 

2. Enxergue a importação como uma oportunidade

É fato que toda empresa pode se beneficiar com o Comércio Exterior, principalmente quando se trata de um país como o Brasil. A economia e o mercado nacionais se tornam instáveis durante crises como a que vem impactando o país nos últimos anos. Além de uma crise como essa ter um caráter mais profundo, leva mais tempo para ser superada. Diante disso, apostar na internacionalização de empresas e investir em importação é uma forma de assegurar a sustentabilidade do negócio.

Além de esta ser uma oportunidade de garantir flexibilidade, é também uma maneira de ter acesso a outros benefícios oferecidos pelo mercado global. Por exemplo: 

  • ter conhecimento e acesso imediato à inovações;
  • conquistar diferenciais competitivos;
  • potencializar o desempenho dos produtos ou serviços no mercado interno.

3. Saiba como encontrar os melhores fornecedores

A importação, diversas vezes, está relacionada à compra de insumos ou produtos específicos. Neste momento, fazer uma escolha certeira de consumidor é o pontapé inicial para o sucesso dos negócios. Porém, pode parecer um grande desafio checar o fornecedor e analisar sua mercadoria quando ele está em outro país. 

Sendo assim, o indicado é busca uma assessoria especializada. Com a expertise de uma consultoria de Comércio Exterior é possível avaliar o fornecedor, validar seus serviços e analisar a qualidade dos produtos de forma confiável e otimizada. Essa prática ajuda a garantir que as operações sejam mais seguras.

4. Faça uma análise de viabilidade para garantir resultados

Há quem considere a distância uma grande desvantagem para a logística de importação. Porém, apostar em uma logística integrada e investir na efetividade da cadeia de suprimentos é o segredo para o bom andamento dos negócios. Basta investir em planejamento de importação de qualidade para começar e, então, acompanhar de perto para assegurar sua manutenção. 

Fazer uma análise de viabilidade bem embasada é não apenas recomendado, mas essencial para realizar a internacionalização de empresas. Neste momento, vale a pena contar com uma consultoria especializada em Comércio Exterior para estimar todos os custos (impostos incidentes, fretes internacionais, desembaraço aduaneiro, armazenagem, etc) e ajudar seu negócio a aproveitar as oportunidades que permitam tornar as operações menos onerosas.

5. Aproveite os benefícios do Ex-tarifário 

O regime aduaneiro especial Ex-Tarifário possibilita a redução de custos na importação. Ele promove uma redução temporária da tarifa do Imposto de Importação que incide sobre Bens de Capital (BK) e de Bens de Informática e Telecomunicação (BIT)), quando não houver a produção nacional equivalente desses bens, de suas partes, componentes e peças. Os BK costumam sofrer incidência de 14% de Imposto de Importação e, os BIT, 16%. O Ex-Tarifário possibilita que a alíquota seja reduzida a até 0%.

Um dos principais benefícios que o regime pode proporcionar à sua empresa está relacionado à forma de cálculo de impostos nas operações de Comércio Exterior. O cálculo ocorre a partir de um “efeito cascata”, no qual uma alíquota incide sobre a outra. Então, por meio do Ex-Tarifário, o custo total da importação pode ser significativamente reduzido. Além disso, vale lembrar que é uma ótima oportunidade de investir em inovação tecnológica de uma forma menos onerosa. 

 

Você conferiu diversos benefícios da importação enquanto uma forma de internacionalização de empresas. O próximo passo para colocar operações como estas em prática é entender todos os detalhes e normas que envolvem o Comércio Exterior. Entenda agora a importância da Classificação Fiscal de Mercadorias no Comex!